domingo, 31 de março de 2013

Adoro falar coisas contraditórias, entendam como quiser. Adoro provocar e depois tirar meu corpo fora. Digo que amo mas… só digo. Eu não irei lembrar de você quando eu ver a lua, aliás… quem é você mesmo? Afirmo que uma vez que me senti magoada, magoou duas vezes mais. Parece frase-de-tumblr não é? Mas é o correto. Oh… é claro que tenho sentimentos, eu apenas os utilizo em situações menos criticas. Eu tenho veneno. Eu sou o veneno.  Vou levando minha vida como um jogo que, cada amor é uma carta que, depois que tem a recompensa volta pra baixo do baralho. Mas afinal, que graça teria achar o amor-da-sua-vida aos 16 anos de idade? Prefiro achar um garoto-errado e viver intensamente, perigosamente até a hora de estar pronta… longe… longe… longe…


Nenhum comentário:

Postar um comentário